Texto Fábio Junior

Entre as portas do visível e do invisível
Uma tênue barreira nos separa da eternidade
Além da materialidade das coisas
Fica o reino das coisas verdadeiras
Que a gente carrega como tesouro no coração
Laços inquebráveis de um amor insuperável
Ternuras profundas de uma amizade real
Mãos que se selam como guardiães na nossa caminhada
Espíritos de luz iluminando o nosso coração
Fantasmas familiares como guias, como forças de proteção
Aí a gente vê que o tempo não vale nada, que é pó na estrada da evolução.

Anúncios
Esse post foi publicado em Pessoal. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s